Aprenda a montar uma planilha de gastos

Por Equipe Consul Economia Doméstica

Aprenda a montar uma planilha de gastos

 

A pedidos de muitos dos nossos leitores, chamamos os especialistas do blog Dinheirama para dar dicas de como montar uma planilha de gastos para ajudar no controle do orçamento doméstico.
Basicamente, a função da planilha é relacionar os ganhos, os gastos e o dinheiro que sobra. Isso pode ser feito até mesmo em um caderno simples, encontrado em qualquer papelaria – o importante é detalhar os gastos.

Veja que este modelo desenvolvido pelo Dinheirama é relativamente simples de entender: (clique na planilha para baixar)

Faça o download da sua planilha de gastos

“A planilha de gastos que desenvolvemos foi criada com a participação dos leitores que sugeriram e criaram os grupos de despesa e receitas”, explica Ricardo Navarro, especialista em finanças pessoais. Uma outra dica do Ricardo é manter sua planilha o mais simples possível no início, pois planilhas de gastos muito complicadas e cheias de detalhes acabam exigindo muito tempo para serem preenchidas. E quem tem tempo e paciência para gastar com planilhas complicadas nessa correria do dia a dia, não é mesmo?

Veja a seguir os pontos importantes na hora de montar sua própria planilha para controle das despesas da família:

1.

Detalhe os gastos

Os gastos fixos e que tomam a maior parte do orçamento doméstico, como aluguel, condomínio, escola, prestação do carro, são fáceis de lembrar. O grande problema está nos gastos invisíveis, aquelas comprinhas de pequeno valor que fazemos no dia a dia e acabamos não incluindo na nossa lista mental de gastos. Quando colocamos tudo no papel, conseguimos ver para onde a maioria do nosso orçamento está indo, e como fazer para economizar.

2.

Analise sua planilha de gastos

Depois de preencher sua planilha com seus gastos, é hora de analisá-la para que essa ferramenta te ajude a se manter no controle das suas finanças pessoais. “Se a ferramenta se torna apenas um lugar onde os gastos são anotados ela deixa de exercer o papel ativo dentro das finanças, não adianta muita coisa”, alerta Ricardo. Assim, faça um balanço no fim do mês e veja se há gastos supérfluos que podem ser cortados, para que você possa investir esse dinheiro em algo que lhe renda benefícios no futuro, como uma aposentadoria.

3.

Mantenha a disciplina

Depois de começar a preencher diariamente a sua planilha de gastos, seu próximo passo será manter a disciplina e não esquecer de preenchê-la, senão o controle não será tão efetivo assim para as suas finanças pessoais. “A disciplina é fundamental porque é necessário desenvolver algum tipo de rotina onde as finanças sejam analisadas e todos os gastos passem por um planejamento”, diz Ricardo. O controle também é indispensável, pois é a partir dele que será possível estabelecer metas e mensurar o que está sendo feito de certo ou de errado com as finanças da casa.

E você, como faz o controle das despesas da sua casa? Conte para a gente!

———————————————————————————————————————–

Economia doméstica

é o tema que trazemos para você todas as quartas-feiras, com dicas de aproveitamento de alimentos, de como economizar nas despesas domésticas e fazer seu dinheiro render mais no fim do mês.

Leia mais:

Equipe Consul

A Consul tem soluções bem pensadas para facilitar o seu dia a dia com bom humor e criatividade há mais de 60 anos - e está aqui para compartilhar cada vez mais dessas ideias com vocês.