Conheça a nova Cervejeira conectada que avisa quando a bebida está acabando.

Como funcionam os juros?

 

Como funcionam os juros?

 

Os juros estão por toda a parte: é só dar uma olhada no boleto da escola dos seus filhos, na prestação da casa própria, no carnê de parcelamento de eletrodomésticos e coisas para a casa… mas você sabe o que eles significam e como afetam e como funcionam os juros?

Quando falamos em planejamento doméstico, sempre batemos na tecla do controle de gastos, colocando no papel os salários, assim como todos os gastos fixos e variáveis do mês, não é?

De acordo com a Febraban, com os juros, funciona mais ou menos da mesma maneira: você paga juros sempre que financia a compra de um bem ou toma um empréstimo, porque alguma outra pessoa está deixando de consumir hoje para consumir no futuro. Da mesma forma, você recebe juros sempre que aplica seu dinheiro em um investimento, como a poupança, pois está abrindo mão de consumir hoje para consumir no futuro.

Ou seja, ao antecipar o consumo, você paga juros; e ao adiar o consumo, você recebe juros. Este é um maiores motivos para você comprar à vista sempre que puder. Um exercício bom é colocar no papel quanto você está pagando de juros ao fazer uma compra parcelada, para ver se realmente vale e pena pagar os juros.

Veja a seguir tudo o que você precisa saber sobre juros, e como tirar proveito deles para aumentar a renda familiar:

Como funcionam os juros

Entenda a taxa de juros

Você já deve ter visto esse termo nos cadernos de economia dos jornais – é o valor dos juros expresso como um percentual em relação ao valor do bem ou serviço. O Banco Central é responsável por fixar a taxa de juros básica da nossa economia, a chamada taxa Selic, e essa taxa serve de referência para todas as outras.

O que é amortização?

Essa palavrinha está sempre nos contratos de financiamento de carros, casas e até produtos, e significa a devolução do dinheiro emprestado com os juros. As tabelas de amortização mais usadas por aí são:

  • Price: os valores das prestações são fixos, contando a parcela mais os juros. Essa tabela é muito utilizada no financiamento de carros.
  •  Sistema de Amortização Constante (SAC ): os valores das parcelas vão diminuindo com o passar do tempo. Esse tipo de tabela é bastante utilizado em financiamentos de casas próprias.
  • Sistema Misto (SAM): fica entre a tabela SAC e a tabela Price. Ultimamente, várias instituições financeiras e de crédito têm usado esse sistema.

É melhor receber do que pagar juros

Quando você guarda dinheiro na poupança, ou em algum fundo de investimento, você recebe juros – que são a quantia de dinheiro que o banco paga após ficar com o seu dinheiro depois de algum tempo. A poupança é importante não só para guardar dinheiro para seus objetivos no futuro, mas também para usar como reserva para emergências. Sem uma reserva, os imprevistos podem te forçar a atrasar suas contas e pagar juros e multas por isso.

Compras a prazo sempre têm juros

Não acredite nos anúncios que dizem que você pode pagar tal produto por milhões de vezes sem juros – sempre que você antecipa o consumo, ou seja, se compromete a comprar algo sem ter todo o dinheiro em mãos, você paga juros. Pesquise sempre a diferença dos preços à vista para ver se realmente vale a pena pagar os juros.

Fuja das dívidas

Ter dívidas é diferente de estar com contas atrasadas – dívidas comuns são financiamentos de carro, casa e prestações de produtos, ou quando você parcela um serviço no cartão de crédito por exemplo. É sempre melhor comprar tudo o que puder à vista para evitar os juros, e mais do que isso, se policiar para não acabar gastando demais. Só se endivide quando a compra for realmente necessária, e programe seu orçamento para conseguir pagar tudo em dia. O ideal é reservar até 30% do seu salário para pagar dívidas.

 

O que achou dessa publicação?

  • Não curti

  • Mais ou menos

  • Boa

  • Muito boa!

  • Excelente!

Comentários