Imagem

Consumo consciente: dicas de compras no supermercado

Em momentos de incerteza, uma das primeiras iniciativas que tomamos é a de fazer estocagem de alimentos e de itens básicos no supermercado. Procuramos comida, produtos de limpeza, de higiene pessoal, perecíveis ou não perecíveis. Nessas horas o medo de faltar pode nos fazer acumular, e acabamos comprando muitas coisas sem necessidade nesse impulso. No entanto, é importante lembrar da importância do consumo consciente dos alimentos e de outros produtos.

A estocagem de alimentos não pode ser feita sem pensar no consumo deles. Se comprarmos mais do que seremos capazes de comer antes da vida útil do alimento passar, o desperdício será inevitável. Além disso, a compra por impulso pode causar falta de produtos que também são necessários para outras pessoas, gerando um problema ainda maior que o desperdício. Então, fique de olho nessas dicas para evitar o desperdício mesmo na hora de estocar alimentos:

Dicas para fazer as compras na quarentena:

Quantidade

É importante não fazer as compras com um período muito grande em mente. Compre o necessário para se manter por duas semanas, o prazo mínimo de quarentena, escolha alimentos com validade para esse período ou que podem ter sua vida útil estendida de outra forma através do congelamento ou algum outro processo.
Para evitar exageros, faça uma lista com tudo o que já tem em casa para entender o que precisa, o que pode ser comprado a mais e o que não é necessário. Verifique a validade dos produtos que já tem, para ter uma ideia de em quanto tempo precisará consumi-los.

Também evite acumular caixas e embalagens. Elas vão acabar virando lixo ou ocupando espaço indesejado. Nos acostumamos às embalagens de isopor com carnes e vegetais já cortados e pesados, mas são exatamente o tipo de coisa que precisamos evitar na hora de fazer supermercado. Sendo assim, opte sempre pelos que são vendidos no açougue e no hortifruti do supermercado, afinal esses alimentos ficam armazenados em embalagem que podem ser removida e descartada assim que chegar em casa.

Sacolas retornáveis

Leve consigo quantas sacolas achar que serão necessárias para o transporte dos produtos. Evite usar as sacolinhas descartáveis oferecidas pelo supermercado para não acabar acumulando mais lixo do que seria necessário.

Naturais

Evite produtos processados o quanto for possível, para ter uma alimentação consciente escolha sempre a opção natural, como o amaciante caseiro que ensinamos a fazer. Se estiver ao seu alcance, compre ingredientes para produzir outras coisas como pães e massa, creme de leite e caldos de carne ou de legumes. É muito mais saudável, pode ser uma alternativa para se distrair durante a quarentena e evita o desperdício.

Locais

Até entendermos completamente nossos hábitos alimentares, podemos ir repondo só os ingredientes essenciais no nosso dia a dia. Além disso, escolher o local também uma atitude consciente que podemos ter. Procure fazer compras pequenas no mercado ou padaria locais, é uma forma de ajudar o pequeno comerciante local e de garantir que terá alternativas em caso de emergência.

O que não pode faltar na geladeira e nos armários:

  • Grãos: arroz e feijão são itens básicos. Variações do tipo de feijão (o preto, por exemplo) ou dos grãos, como lentilha e grão de bico.
  • Óleos: Azeite e óleo vegetal são versáteis e necessários no dia a dia da cozinha. Como duram muito tempo, são o tipo de produto ideal para estocar.
  • Massas: aqui é sempre bom optar pela simplicidade, variedades diferentes de macarrão, mas evitando massas que podem ser aproveitadas em menos pratos como massa de lasanha, capeletti e ravioli.
  • Laticínios: Eles costumam durar duas semanas ou até mais, dependendo do derivado. São muito nutritivos e podem ser usados na preparação de diferentes pratos.
  • Hortifruti: laranja, limão, abacaxi e maracujá são frutas que duram muito tempo, se bem conservadas, também sendo consumidas muito rápido em sucos, bolos e doces. Maçã, uva e morango, são muito nutritivas e precisam ser consumidas um pouco mais rápido, porém são ótimas opções. Batata, cenoura e abóbora são legumes bastante resistentes que, em geral, não precisam ir à geladeira, te poupando da dor de cabeça de fazer tudo caber. As folhas duram menos, recomendamos que espinafre, couve e brócolis sejam branqueados o quanto antes para aumentar sua validade.
  • Carnes: Carnes podem ser compradas em uma quantidade generosa, particionadas (em bifes ou cubos) e armazenadas no freezer até serem consumidas. Carne moída é sempre uma opção necessária no freezer por servir para os mais diversos pratos.

Outra boa forma de evitar desperdício é manter uma horta caseira que garanta alguns vegetais sempre disponíveis o ano todo. Aqui ensinamos como montar sua horta usando garrafas pet.

O que achou dessa publicação?

  • Não curti

  • Mais ou menos

  • Boa

  • Muito boa!

  • Excelente!