Plantas para ambientes fechados

plantas header

Ter plantas em casa é uma boa forma de embelezar o ambiente e ainda levar um pouco do contato com a natureza para o lar. No entanto, ter plantas em ambientes fechados pode não parecer uma boa ideia, afinal as plantas precisam fazer fotossíntese para sobreviver. Porém, como toda regra tem exceção, é importante dizer que algumas plantas não precisam de tanto contato com o sol e podem ser facilmente cultivadas em ambientes fechados e com pouca luminosidade.

Veja alguns exemplos de plantas para ambientes fechados

Homem regando uma costela de adão

Costela de Adão

Se na sua casa não bate muito sol, uma opção de planta para cultivar é a Costela de Adão. Isso porque ela se adapta melhor a climas mais frescos e não precisa de exposição direta ao sol. No entanto, a Costela de Adão precisa ser regada de duas a três vezes por semana. A adubação da terra também é um fator que pode contribuir para que ela germine de forma saudável.

Espada de São Jorge

Essa planta imponente costuma ser muito utilizada em ambientes domésticos, devido a sua adaptação a lugares fechados e sem iluminação natural. Além disso, é um tipo de planta que não precisa ser regada constantemente. O ideal é ficar de olho para ver se a terra não está muito seca. A adubação dela também pode ser feita com intervalos de dois a três meses. Sendo assim, se você busca aprimorar sua decoração com uma planta que não dá muito trabalho, a espada de são jorge é uma boa opção.

espada de sao jorge

Espada de São Jorge

Essa planta imponente costuma ser muito utilizada em ambientes domésticos, devido a sua adaptação a lugares fechados e sem iluminação natural. Além disso, é um tipo de planta que não precisa ser regada constantemente. O ideal é ficar de olho para ver se a terra não está muito seca. A adubação dela também pode ser feita com intervalos  de dois a três meses. Sendo assim, se você busca aprimorar sua decoração com uma planta que não dá muito trabalho, a espada de são jorge é uma boa opção.

Zamioulca

Zamioculca

Uma planta que apresenta versatilidade no cuidado é a Zamioculca. Isso porque ela consegue se habituar a diferentes habitats, sejam eles iluminados ou não. Mas se desenvolve melhor em locais com pouca luz. Sua necessidade de água também depende da quantidade de luz que ela recebe. Se a exposição for maior, precisará de mais água. Caso seja menor, menos água. No entanto, é fundamental checar rotineiramente como está a terra, se estiver muito seca, é hora de regar novamente.

violeta

Violeta

Quem busca uma decoração mais florida pode optar pelo cultivo da violeta. Esse tipo de planta pode ser cultivada dentro de apartamentos, pois se adapta melhor a locais com iluminação indireta, ou seja, quando a luz do sol reflete em algo antes de chegar na planta. Portanto, mesmo que você não tenha um quintal, pode colocar sua violeta próxima a alguma janela para ela pegar um pouquinho de iluminação. Essa flor pode ser regada de três a quatro vezes por semana. O importante é checar se a terra não está muito seca.

mini cactos

Mini cactos

Geralmente os cactos são plantas que necessitam de muita exposição solar, porém, com os mini cactos é ao contrário. Essa espécie se adapta com mais facilidade a lugares com sombra. Sendo assim, é uma boa opção para ter dentro de casa. Sua necessidade de água também não é muito constante, podendo ser regada de uma a duas vezes por semana, dependendo de como estiver a terra.

Jiboia

Jibóia

Para quem gosta de plantas trepadeiras, uma sugestão interessante é a jibóia, pois consegue se adaptar a ambientes domésticos sem a necessidade de exposição direta ao sol. Para que ela se desenvolva com mais beleza, vale umedecer suas folhas e regá-la ao menos três vezes por semana.

Arturio

Antúrio

Mais uma planta que não se dá bem com exposição solar direta. Assim é o Antúrio, essa espécie que pode trazer cor ao ambiente combina com espaços mais fechados. Ela também precisa de uma quantidade maior de água, de forma que a terra esteja sempre úmida e nunca ressecada. Em dias mais secos, é indicado borrifar água em suas folhas para evitar que elas sequem.

bambu da sorte

Bambu da sorte

Enquanto algumas plantas suportam a luz solar indireta, ou seja, quando o sol reflete em algum local primeiro e depois na planta, outras não se desenvolvem bem nem mesmo nesses locais e necessitam de ambientes com menos luminosidade. É o caso do bambu da sorte. O cuidado que ela mais precisa, na verdade, é em relação à água. Sua terra deve estar sempre úmida.

Comigo ninguém pode

A planta comigo ninguém pode ser resistente a muitas coisas, como solo com poucos nutrientes e até uma terra mais seca, mas sua tolerância à luz do sol e vento é mais baixa. Por isso é indicada para o cultivo doméstico. Apesar de ser uma planta capaz de sobreviver alguns dias sem água, é importante não esquecer de regá-la e nutrir o solo periodicamente.

Ar-condicionado em um ambiente com plantas

Ar-condicionado e plantas combinam?

O cultivo de plantas em locais com ar-condicionado também é uma dúvida recorrente. Afinal, pode ou não pode? Sim, é possível. No entanto, é importante tomar alguns cuidados.

O ar-condicionado pode ressecar as folhas, por isso, é importante manter a regagem em dia e também passar um pano úmido. Além disso, o ideal é deixar as plantas afastadas do ar-condicionado. Uma alternativa é colocá-las próximas umas às outras, assim é mais fácil de elas se manterem saudáveis.

Agora que você já sabe que é possível ter plantas e ar-condicionado no mesmo ambiente, visite nosso guia completo sobre ar-condicionado e descubra qual é o melhor para sua casa.

 

O que achou dessa publicação?

  • Não curti

  • Mais ou menos

  • Boa

  • Muito boa!

  • Excelente!