Imagem

Horta em casa: Como ter a minha?

Quem gosta de cozinhar sabe que o toque pessoal de cada receita surge da combinação de ervas e temperos. E, se você é o responsável pelos almoços de família ou gosta de se aventurar na cozinha, é provável que cultivar sua horta em casa para ter seus temperos sempre à mão, já tenha passado pela sua cabeça.
Para te ajudar a fazer a sua horta em casa, preparamos uma lista para te inspirar a colocar a mão na terra e ter tudo sempre fresquinho sem precisar ir ao mercado.

Quais temperos cultivar em casa?

Antes de comprar as sementes e mudas para plantar a sua horta é interessante avaliar quais temperos você mais usa e quais gostaria de cultivar em casa. No geral, quase todos conseguem crescer em vasos pequenos, o que é ótimo para quem tem pouco espaço disponível, como uma varanda ou um espaço limitado na janela da cozinha. Entre os temperos que pegam com facilidade e podemos plantar em casa, temos:

Coentro

Por ter um sabor muito característico e forte, é importante dosar na quantidade de coentro em suas receitas. Uma saladinha temperada ou até um assado mais sofisticado com o ingrediente dá um sabor especial que se destaca no prato .

  • Como cuidar: Deixe coentro receba luz do Sol diariamente para realçar o seu sabor. Outra dica é regar com pouca água, mas sem encharcar a terra.
  • Quando plantar: É uma planta que se adapta bem a todos os climas, mas é ideal plantá-la na primavera.
  • Quando colher:  Você pode colher as folhas depois de 30 a 70 dias depois do plantio, busque cortar as folhas e talos individualmente.

Manjericão

O manjericão possui um aroma bastante marcante e, quando usado corretamente nas receitas, empresta um pouco de seu perfume para o alimento. O tempero vai muito bem em molhos ou em carnes! 

  • Como cuidar: É importante regar o manjericão diariamente. Já a luz do Sol, algumas horas por dia já é mais do que suficiente.
  • Quando plantar: É um tempero que não tolera baixas temperaturas, então plante sempre em temperaturas acima de 18ºC.
  • Quando colher: O manjericão pode ser colhido depois de dois ou três meses do plantio.

Hortelã

Talvez o tempero mais comum nas cozinhas, a hortelã pode ser usada de chás até como tempero para saladas. Conte com o ingrediente para suavizar os sabores do seu prato. 

  • Como cuidar: O hortelã não precisa receber sol diretamente. Para regar, pode caprichar na água. Só cuide para não afogar a planta, encharcando toda a terra.
  • Quando plantar: Para esse tempero o ideal é que ele seja plantado durante a primavera ou outono, pois é quando as temperatura estão mais amenas.
  • Quando colher: A colheita pode ser feita a qualquer momento, você pode optar colher tanto pela haste quanto por algumas folhas. Se escolher ser pela haste, corte acima do primeiro par de folha.

Orégano

O queridinho das receitas italianas, o orégano possui um sabor levemente amargo e, por isso, vai bem em pratos com sabores fortes. Para deixar o sabor do tempero ainda melhor garanta que ele tenha pelo menos 4 horas de luz diariamente. Regar o orégano também é importantíssimo: procure deixar sempre a terra úmida.

Cebolinha

A cebolinha é um tempero bem democrático: vai bem com vários pratos diferentes. De saladas à molhos para carnes, a planta dá um gostinho mais ácido na receita, realçando os sabores do seu prato.

  • Como cuidar: Busque lugares bem iluminados, sem precisar de luz do sol diretamente e deve ser regada um pouquinho todos os dias.
  • Quando plantar: Você pode plantar durante o ano todo, mas é sempre bom dar preferência para quando o clima estiver ameno. 
  • Quando colher: Aqui o ideal é fazer depois de dois a quatros meses do plantio e quando for realizar esse processo colha as folhas inteiras, jamais pela metade.

Alecrim

Com seu aroma marcante, o alecrim consegue espalhar o seu sabor em qualquer receita. A plantinha é muito bem vinda em assados principalmente, seja qual for o prato. O Alecrim precisa de alguns cuidados um pouco diferentes. 

  • Como cuidar: Ele gosta de receber muito Sol, mas dispensa a água. Ou seja, deixa ele bem pertinho da janela ou do lado de fora de casa e regue algumas vezes por semana.
  • Quando plantar: Não é recomendável que elas fiquem expostas a temperaturas muito baixas. Faça o plantio em estações como verão e primavera.
  • Quando colher: A colheita pode ser feita a partir do terceiro mês após o plantio, busca não retirar mais da metade do ramo de uma vez para não prejudicar seu crescimento.

Tomilho

Com um sabor agridoce, o tomilho se dá muito bem em molhos, carnes, sopas e até saladas. Ela é mais um dos temperos que vão bem com quase tudo! 

  • Como plantar:Para o tomilho, não tem segredo: um pouco de luz e um pouco de água. Para regar, molhe somente quando perceber que a terra está seca.
  • Quando plantar: Temperaturas amenas como a primavera é o ideal.
  • Quando colher: Busque colher quando a planta estiver pelo menos com 15 cm.

Onde plantar?

Depois de definir quais mudas plantar, é hora de escolher onde elas vão ficar e como deve manusear cada uma delas. Seja em uma casa ou em um apartamento, certamente você vai encontrar um espacinho para que a sua horta cresça verdinha e saudável.

E, para te ajudar, listamos algumas ideias para você achar o espaço ideal para elas.

Alguns vasos com temperos diferentes em cada um deles, receebndo luz do sol

Jardim:

Se você morar em casa e tiver um quintal amplo, vale investir em um jardim e adicionar seus temperos no meio. A maioria deles se dá bem com outras plantas e esta combinação acaba ajudando na fertilização da terra.

  • Reserve um local do jardim, pode ser com pedras ou uma cerca.
  • Prepare a terra com adubos e outros materiais orgânicos para deixá-la com nutrientes para suas plantas.
  • De tempos em tempos adube e fertilize a sua hora
  • Dependendo do tamanho do seu jardim, vale plantar também tomates e outros legumes.

Horta em vasos:

Em casa ou apartamentos, os vasos são uma ótima opção para começar a ter a sua própria horta. Se quiser inovar, procure por um vaso maior e plante vários temperos no mesmo local.

  • Independente do tamanho do vaso, tenha em mente que a sua planta vai crescer. Ou seja, se necessário, faça a
  • substituição por um vaso maior.
  • Opte por terra já adubada.
  • Com vasos pequenos, redobre o cuidado com dias chuvosos e ou com muito vento.

Hortinha com garrafa pet:

Se além de ter sua horta, quiser ajudar o meio ambiente, você ainda pode reutilizar embalagens recicláveis e usá-las como vasos. Qualquer recipiente mais firme já serve!

  • Só não se esqueça de fazer furos no fundo para a água escoar livremente.
  • Lave bem qualquer embalagem antes de receber a terra e os temperos.
  • Antes de plantar, faça um teste para se certificar que os furos são suficientes para escoar a água.

Horta vertical:

A horta vertical se tornou uma opção muito presente em apartamentos. Ela ocupa pouco espaço e ainda dá um charme especial nas sacada!

  • Opte por vasos menores, para não exceder o peso.
  • Por ter vários vasos, você consegue misturar temperos, com outras plantas e até flores.

Horta suspensa:

Essa opção é ótima para aproveitar os cantinhos da sua casa, a horta suspensa tem sido muito procurada para ser usada principalmente na cozinha, pois facilita o acesso aos temperos e verduras na hora de cozinhar. São diversos modelos e materiais para compor esse tipo de horta, escolha o que combina mais com você e com sua casa. 

  • O tamanho do vaso a ser instalado vai depender onde você irá plantar e o espaço do lugar, mas no geral opte por vasos ou outros recipientes bem resistentes. 
  • Se for instalar dentro de casa, opte por plantas que não necessitam muito de sol e de chuva, 
  • Materiais como madeira, pvc e cordas dão um charme a mais para a sua horta suspensa.

E a colheita, como fazer?

Como você já deve ter percebido o tempo da colheita varia pelo tipo de vegetal, qualidade do solo, irrigação, pragas e outros cuidados na consequência do cultivo. Geralmente, a embalagem onde vem as sementes possui uma previsão de quando e como fazer a colheita mas nem sempre é o ideal para uma horta em casa. 

Às vezes colher antes do desenvolvimento completo da planta pode ser um ponto positivo, afinal assim ela pode liberar espaço para o crescimento das plantas vizinhas, além de você poder consumir mais rápido.

Cuidados básicos com a horta

Agora que você já sabe onde colocar e quais temperos vai ter em sua horta, é preciso aprender a cuidar dela. Não vá achando que é só regar e deixar no Sol!
Por serem plantinhas sensíveis, alguns cuidados são imprescindíveis para que cresçam fortes, saudáveis e sem pragas.

Poda de raízes:

É interessante, depois de um certo tempo, eliminar um pouco das raízes das plantas. Se nunca o fizer, eventualmente não vai ter mais espaço nenhum dentro do vaso.

Poda das folhas:

Eliminar um pouco das folhas também se faz necessário de vez em quando. De tempos em tempos, tire as folhas ressecadas e queimadas pelo vento ou até mesmo pelo sol. Caso o crescimento comece a sair do controle, é recomendável fazer pequenas podas para retirar os caules mais velhos e até mesmo avaliar se é o caso de transplantar para um ambiente maior.

Regando:

A regra básica para regar a sua horta é deixar a terra sempre úmida. Claro que isso vai depender do tamanho da sua planta, mas molhar a terra uma ou duas vezes ao dia já é mais do que suficiente.

Adubo e repelente caseiro

Você sabia que possui vários adubos para sua horta dentro da sua própria casa? Abaixo você confere alguns alimentos que, poderiam ser jogados fora, mas que vão ganhar uma função extra na sua horta. Olha só:

Casca de ovo

A casca de ovo é uma grande fonte de cálcio, o que ajuda a sua planta crescer mais forte! Triture algumas cascas em um liquidificador e polvilhe esse pó na terra. Aos pontos os nutrientes da casa serão absorvidos pela terra.

Café

O café, ou melhor, a borra de café também é um grande aliado para o seu jardim. Separe a borra do seu café e misture-o com um pouco de água. Depois de algumas horas descansando, você pode usar essa água para regar a terra ou borrifar nas folhas, para servir de repelente natural.

Casca de banana

Você também pode triturar a casca da banana e usar ela para deixar a terra mais nutritiva para planta. Pique a casca o máximo que puder e despeje um pouco perto da planta. Mais simples do que comer a banana.

Controle de praga caseiro:

Mesmo as pequenas hortas estão sujeitas a pragas, mas o lado bom é que é mais fácil de controlar já que as proporções são menores. Porém, tome cuidado ao fazer o controle de pragas, pois uso de agrotóxico industrializado pode ser prejudicial tanto para a sua horta como para a saúde, sendo assim dá olhada nesses inseticidas caseiros que preparamos para você:

1.Inseticida de alho:

Ingredientes:

  • 1 cabeça de alho
  • cravo da índia
  • 2 copos de água 

Você só vai precisar bater todos os ingredientes e deixar descansar por um dia e depois adicionar três litros de água, por fim é só borrifar nas folhas da plantas.

2.Inseticida de óleo vegetal:

Ingredientes:

  • 5 ml de óleo de algodão ou vegetal 
  • 0,5 ml de detergente neutro 
  • Água

Em um balde que suporte pelo menos 1 litro de água, adicione todos os ingredientes e depois coloque no borrifador e aplique no folhas, brotos e frutos. Faça a aplicação ao final da tarde, quando a temperatura estiver amena.

3.Inseticida de pimenta:

Ingredientes:

  • 6 a 10 pimentas
  • Água 

No liquidificador, bata as pimentas com dois copos de água por cerca de dois minutos, deixe a mistura descansar por um dia, no dia seguinte filtre e coloque um pouco mais de água. O líquido pode ser aplicado nas folhas.

Compartimento para hortaliças

E já que Facilitamos sua vida, além de te ensinar a cultivar sua própria horta, desenvolvemos um compartimento para hortaliças na sua geladeira. Ele protege as folhas da umidade e aumenta sua durabilidade.

Você encontra esse compartimento avulso e nas geladeiras Consul Horta. Bem pensado, né? Além do compartimento avulso, você também já pode comprar sua geladeira Consul.

Viu, é bem fácil montar e cuidar da sua própria horta de temperos. Com essas dicas você já vai conseguir cuidar das suas plantas e cozinhar com os temperos muito mais fresquinhos para deixar suas receitas ainda melhores, mas antes de usar o que você plantou é necessário aprender qual prato combina com cada tipo de hortaliça e você pode saber mais conferindo o nosso guia de tipos de tempero.

O que achou dessa publicação?

  • Não curti

  • Mais ou menos

  • Boa

  • Muito boa!

  • Excelente!