10 atividades físicas para crianças

Crianças fazendo atividades físicas

 

O seu filho pratica alguma atividade física?
Bom, se ele não é muito fã de se exercitar, talvez na disputa “Vídeo game x Jogar bola” ele seja mais do time dos eletrônicos… Certo?
Então calma! Vamos dar um jeito nisso e colocar muito mais energia para rolar nessa corrente sanguínea. Como? Reunimos Dez atividades físicas para crianças, afinal de contas se movimentar faz bem tanto para a nossa saúde física quanto mental.
Mas antes, vamos falar de uma curiosidade super importante. Você sabia que a educação física, além de fazer muito bem para saúde do seu filho é um hábito que também vai ajudá-lo nos estudos.
Isso é o que mostra a pesquisa feita pela Universidade de Illinois, nos EUA, com crianças da faixa dos nove anos de idade, que se saíram melhor em testes de matemática e escrita em comparação com os coleguinhas que não se exercitam.
“As aulas de Educação Física na escola são fundamentais para que a criança desenvolva sua coordenação motora, que contribuirá para a alfabetização, assim como para seu desenvolvimento cognitivo e social”, explica Jorge, presidente do Conselho Federal de Educação Física (CONFEF).
Pois é, as vantagens são inúmeras mesmo, então não tem mais desculpas. Conheça e compartilhe com as crianças as opções de atividades físicas. Agora é só escolher e se divertir!

Parquinho

A atividade, tanto para psicólogos quanto para profissionais de educação física, é tida como fundamental para crianças antes da idade escolar, entre 2 e 7 anos. Brincar com seus filhos no escorregador, gira-gira, tanque de areia, balanço e gangorra são ótimas chances de incentivar o gosto pelas atividades físicas e ao ar livre nos pequenos. Veja aqui mais exemplos de atividades ao ar livre.

Pular corda

Depois dos 7 anos de idade, atividades que desenvolvam a coordenação motora e a identificação de ritmo e tempo nas brincadeiras é importante – e pular corda é uma ótima opção, pois as crianças aprendem a se equilibrar revezando os pés, além de aprender a fazer os movimentos básicos de agachar e girar. Como é uma atividade que pode ser feita em conjunto, os pais também podem entrar na brincadeira e se exercitar também.

Balé

A atividade preferida das meninas trabalha, além dos músculos do corpo todo, flexibilidade, disciplina, musicalidade e ritmo. Tanto a vertente clássica quanto a moderna contam com diversas modalidades para diferentes faixas etárias, começando aos 7 anos de idade.

Atletismo

O esporte entra no currículo de várias escolas de ensino fundamental e médio do Brasil, e envolve vários movimentos como correr, saltar e arremessar, atividades que são ótimas para desenvolver força, flexibilidade e resistência. A categoria pré-mirim começa com 12 anos de idade, e as distâncias das corridas, assim como os pesos dos arremessos são adaptados à idade das crianças.

Ginástica olímpica

“É uma atividade fantástica para as crianças, pois é divertida e ao mesmo tempo trabalha disciplina e força”, diz Jorge Steinhilber. E não é uma delícia ficar pulando na cama elástica, plantar bananeira e piruetas no ar? Crianças a partir dos 4 anos de idade já podem começar a se aventurar no esporte.

Futebol

O esporte é um dos preferidos dos meninos e meninas de todo o Brasil, de qualquer classe social. Nas escolinhas de futebol, as crianças aprendem como se deslocar no espaço e trabalhar em equipe, além de desenvolver resistência e coordenação motora.

Karatê

A arte marcial, além de trabalhar força e coordenação motora, é muito boa para reforçar a disciplina e o respeito às regras sociais nas crianças, que podem começar na atividade a partir do 4 anos de idade.

Natação

O esporte aquático é ótimo para melhorar a respiração de crianças e adolescentes, o equilíbrio, a força, a coordenação motora, a velocidade, além de desenvolver habilidades psicomotoras. Além de ser um dos esportes mais completos, você pode colocar seu filho na natação a partir dos 6 meses de idade.

Bicicleta

Pedalar é um ótimo exercício e pode ser feito com a família toda envolvida. A partir dos 3 anos, a criança já pode começar a se aventurar num modelo com rodinhas, e depois, ir aprendendo a se equilibrar sem a ajuda delas. A atividade trabalha a capacidade cardiovascular, além de força e resistência.

Videogame

É uma opção para as crianças saírem um pouco do sofá, que une a diversão do jogo de videogame com as atividades físicas, mas tem o seu porém: “O melhor mesmo é que a criança faça atividades físicas acompanhadas de um profissional da área, que vai ajudar a corrigir problemas de postura, entre outras coisas”, opina Jorge. Há pesquisas – como a publicada na revista científica norte-americana Pediatrics -, que mostram que esses tipos de jogos de videogame, que envolvem atividades de dança ou esportes, são um bom começo para crianças muito sedentárias ou que tenham problemas de obesidade infantil.

Seu filho acabou se divertindo tanto que sujou demais as roupas? Relaxa! A gente Facilita pra você. Confira como lavar roupa na máquina em poucos passos!

 

O que achou dessa publicação?

  • Não curti

  • Mais ou menos

  • Boa

  • Muito boa!

  • Excelente!

Comentários