Ar-condicionado gasta muita energia?

banner ar-condicionado gasta muita energiaNão importa o modelo, o tamanho ou a situação em que será usado. Todo mundo que compra um tem a dúvida instalada na cabeça: o ar-condicionado consome muita energia? A preocupação é unânime. Para esclarecer os mitos e verdades sobre esse aparelho que pode ser o nosso melhor amigo quando o verão se aproxima, fizemos um guia de consumo, BTUs, dicas de economia e as melhores formas de evitar sustos na hora em que a conta de luz chegar.

Fatores que interferem no consumo de energia do ar-condicionado

A classificação do Procel

classificação Procel do ar-condicionado

A classificação é dividida entre A, B, C, D e E, o Selo Procel de Economia de Energia, é o que identifica de acordo com Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia) os equipamentos que menos consomem energia elétrica.

A eficiência energética é medida pelo CEE (Coeficiente de Eficiência Energética) e, entre as letras acima, quanto maior o CEE, mais eficiente e econômico será o aparelho. Por isso, antes de comprar seu ar-condicionado mais econômico, veja em qual classificação do Selo Procel ele está inserido. Se for na letra A, melhor para o seu bolso.

As funções do ar-condicionado

Aparelhos com a função sleep visa promover uma temperatura amena e agradável durante suas horas de sono. Além disso, essa função ajuda também na economia de energia, afinal ela mantém o aparelho funcionando sem sua atividade máxima de climatização, com doses moderadas de funcionamento.

Vale ficar de olho se o ar-condicionado escolhido tem a função energia. É ela quem controla a capacidade do compressor, geralmente entre 50 e 70%. Há também a função timer que, quando programada, desliga o aparelho em um determinado momento, fazendo com que ele não funcione o tempo todo.

A função do modo conforto é responsável por manter o ambiente agradável, da mesma forma que o modo sleep e evita o desperdício de energia elétrica, dando um alívio na conta de energia elétrica.

A quantidade correta de BTUs

Além conhecer as funções presentes em um ar-condicionado, um dos fatores mais importante de ter em mente é a quantidade de BTUs necessárias para o ambiente em que o aparelho será instalado. Afinal, se a capacidade do aparelho estiver inadequada, o ar-condicionado irá precisar trabalhar mais para refrigerar o ambiente e consequentemente gastar mais energia.

Mas pode ficar tranquilo que isso não é nenhum bicho de sete cabeças, BTU é apenas a unidade adotada para medir a capacidade do ar-condicionado, para entender um pouco mais sobre esse assunto, confira o nosso post em que explicamos o que é BTU.

Qual modelo de ar-condicionado é mais econômico?

modelos de ar-condicionado mais econômicos

Se você quer saber quanto um ar-condicionado gasta de energia, é importante ter em mente que a resposta dessa pergunta pode variar de modelo para modelo. Deste modo, é necessário comparar os tipos existentes no mercado e qual atende melhor aquilo que você está buscando. Para te ajudar nessa escolha, confira as características dos modelos abaixo:

Ar-condicionado janela

Trata-se de um modelo um pouco mais tradicional de ar-condicionado, mas que ainda tem grande porcentagem de vendas. Por ser o modelo ideal para diversos ambientes, o ar-condicionado de janela possui alta capacidade energética e é simples de ser instalado. Em dias quentes, é eficiente, deixando o ambiente fresco e agradável.

Ar-condicionado split

O ar-condicionado split, além de ser mais econômico, também conta com praticidade. A maioria dos modelos possui a lista de funções que ajudam a reduzir o consumo de energia, como as funções sleep e timer, além de se preocupar com o meio ambiente.

Ar-condicionado Inverter

O consumo do ar-condicionado Inverter é mais baixo comparado aos demais, afinal esse modelo deixa o compressor ligado constantemente fazendo com que não ocorra oscilação de temperatura e consequentemente picos de energia não aconteçam. Ele costuma trazer uma economia de até 60% em relação aos outros modelos, além de conforto térmico e muito menos barulho.

Instalação incorreta

Se não for instalado corretamente, o ar-condicionado pode trazer problemas para você na conta de energia. O funcionamento pode ser prejudicado se houver qualquer falha na instalação, o que pode acarretar em mais energia gasta à toa. Um dos problemas mais comuns é a instalação incorreta da condensadora, que deve ser colocada em ambiente externo, com alta circulação de ar.

Viu como dá para ter um ar condicionado sem gastar muita energia? Se você ainda tem dúvidas sobre o funcionamento, modelos e funções, confira nosso guia geral e saiba tudo sobre ar-condicionado.

O que achou dessa publicação?

  • Não curti

  • Mais ou menos

  • Boa

  • Muito boa!

  • Excelente!