Imagem

Como economizar energia com o ar-condicionado

Saber como economizar energia com o ar-condicionado é fundamental para não tomar aquele susto com o valor da conta ao final do mês, não é mesmo? Aparelho essencial para os dias de calor, com a proximidade do verão tropical no Brasil, a tendência é que a procura por esse aparelho aumente.

Economizar com ar-condicionado começa na compra

Antes mesmo de ter seu ar-condicionado, vale avaliar alguns requisitos para começar a economizar energia. Por isso, preparamos um pequeno guia para que surpresas desagradáveis sejam evitadas. Confira!

Como escolher o ar-condicionado mais econômico

A escolha de um produto eficiente e mais econômico começa pela capacidade do aparelho diante de sua necessidade. Para tanto, é preciso calcular a quantidade de BTUs. Do inglês British Termal Unit (em tradução literal como Unidade Térmica Britânica, é quem dita qual aparelho é o mais indicado para seu ambiente. Aqui mesmo, no blog da Consul, temos um conteúdo explicativo que ensina como fazer o cálculo da potência de BTUS. Basta acessar, responder alguns itens e não tem erro.

Essa ação é necessária porque um dos fatores que fazem com o que o ar-condicionado gaste muito é exatamente fazê-lo trabalhar mais do que sua capacidade pode oferecer. Dessa maneira, é necessário conhecer os diferentes BTUs e modelos (existem aparelhos que vão entre 7 mil até 30 mil BTUs, indicados para ambientes muito espaçosos).

Além disso, BTU nos aparelhos de ar-condicionado também são indicadores de potência. Significa que quanto mais BTUs tiver seu aparelho, mais capacidade de resfriamento ou aquecimento do ambiente estão envolvidos.

Verificação do selo Procel de economia

Outro indicativo que deve ser avaliado antes mesmo da decisão de compra de seu ar-condicionado é a verificação do selo Procel de economia. Procure por aparelhos que possuam o selo Procel A. Afinal, a garantia atestada de economia pode chegar até a letra E, sendo este o menos econômico.

Dicas de como economizar energia com ar-condicionado

Outros pontos importantes podem ajudá-lo a gastar menos energia com o ar-condicionado ligado. São eles:

  • Avalie a quantidade de tempo que o aparelho ficará ligado. Se precisar de que o ar-condicionado seja usado quase durante o dia todo, um modelo inverter pode ser o mais indicado. Tudo porque esse modelo tem um consumo mais baixo, por deixar seu compressor ligado constantemente, sem permitir a alta oscilação de temperatura.
  • Escolha os modelos que possuem a função sleep. Dessa forma, como no modelo de ar-condicionado split, o aparelho é programado para desligar depois de um tempo suficiente para resfriar (ou aquecer) o ambiente.
  • A unidade condensadora deve ser instalada sempre em um local com boa circulação de ar.
  • Nem as laterais nem o fundo de seu aparelho de ar-condicionado de janela devem estar bloqueadas.
  • Os modelos, em sua maioria, devem ser instalados no alto do cômodo, pois assim, podem resfriar o ambiente de maneira uniforme, sem consumir energia desnecessariamente.
  • A parte externa do aparelho de ar-condicionado deve sempre estar protegida do contato direto com o sol.
  • Mantenha o termostato de seu aparelho sempre regulado. A temperatura indicada para muitos ambientes fica na casa dos 23º C.
  • Mantenha os filtros de seu aparelho sempre limpos (preparamos um guia com o passo a passo de como limpar os filtros de seu ar-condicionado).

Como economizar energia com ar condicionado split

Atualmente, o modelo de split inverter é considerado o mais econômico, por usar uma tecnologia que faz com que o seu ar-condicionado trabalhe de forma mais inteligente.

De uma maneira geral, o split inverter consegue manter a temperatura média do cômodo sem muitas oscilações. Isso faz com que ele não fique ligando e desligando, ou seja, evita que o aparelho puxe muita eletricidade de uma única vez, economizando até 60% de energia.

Nós já facilitamos tudo e comentamos sobre as vantagens e desvantagens do ar-condicionado split inverter.

Problemas relacionados ao gasto alto

Um dos problemas que faz o ar-condicionado gastar mais do que o necessário é o seu congelamento. Além disso, vale ficar de olho se as normas de instalação foram seguidas corretamente, se há vazão para o duto quando necessário, se o aparelho não está acumulando água ou, ainda, fazendo muito mais esforço para funcionar do que o essencial.

Ao usar seu aparelho de maneira correta, sem forçar sua capacidade, e garantir que está instalado corretamente e com a limpeza em dia, seus problemas de aumento excessivo na conta de energia passarão bem longe.

Agora que você já sabe como gastar menos energia com ar-condicionado, que tal aprender como funciona a função dry?

 

O que achou dessa publicação?

  • Não curti

  • Mais ou menos

  • Boa

  • Muito boa!

  • Excelente!